[Grecia] Conspiração das Células de Fogo reivindica ataque com bombas contra casa de procuradora

Reporte feito por Sin Banderas Ni Fronteras- Traduzido ao português por Cumplicidade

Com um comunicado subido na internet, o grupo de guerrilha urbana anarquista “Conspiração das Células de Fogo” atribuiu-se a responsabilidade por uma bomba que explodiu na quarta-feira 12 de outubro na casa da procuradora G.Tsatani no centro de Atenas, perto da estação de polícia de Exarchia.

No comunicado- disponível até agora somente em grego- detalha-se que o ataque se realizou ainda apesar de que o procurador contava com proteção policial e que a bomba buscou gerar danos materiais, mas que os ataques não somente se limitaram a isso. Também menciona-se os motivos por centrar o ataque na procuradora Tsatani, sendo um deles sua participação no encarceramento dxs familiares dxs membrxs presxs de CCF. O comunicado menciona mais especificamente o papel julgado pela procuradora no sequestro judicial de Evi Statiri (atualmente na rua), companheira amorosa do companheiro Gerasimos Tsakalos (membro de CCF, atualmente encarcerado no módulo subterrâneo da prisão de mulheres de Koridalos).

Segundo a imprensa grega, o ataque foi precedido por uma chamada anônima de advertência e a bomba explodiu aproximadamente ás 23.45 da quarta.

A continuação pode-se ler alguns extratos do comunicado á espera de uma versão em inglês que permita uma melhor tradução ao espanhol:

Projeto Nemesis

Primeiro Ato

Assumimos a responsabilidade pelo ataque á casa da procuradora Georgia Tsatani na rua Hipócrates, no centro da cidade do lado da estação de polícia Exarchia.

Sabíamos que Tsatani tem escolta policial (…) mas isso não foi um impedimento para instalar nossa ofensiva. Escolhemos um ato simbólico destinado unicamente a danos materiais, mas, no futuro a Conspiração de Células de Fogo não se limitará a isso…
Escolhemos atacar a esta procuradora por duas razões principais:

A primeira razão é que Tsatani é membro do circuito (…) que se compromete a fazer “desaparecer” os arquivos que afetam os interesses dos empresários e da máfia política (com fins de lucro, por suposto). É a vanguarda judicial dos patrões.

(…)

A segunda razão pela qual escolhemos golpear a procuradora Tsatani foi por sua participação no sequestro judicial dos familiares de nossxs companheirxs (…) pelo que também contribuiu a sua vez com a campanha judicial anti-guerrilheira (…).

A furia vingativa dos juizes para com xs familiares de nossxs companheirxs é uma opção pela que pagarão um preço alto (…).
Temos memoria e, sobretudo, paciencia, persistencia e consistencia…

Dedicamos esta ação axs membros encarcerados de CCF Gerasimos Tsakalos, Christos Tsakalos, Georgio Polidoro e Olga Economidou.

Enviamos nossa solidariedade á companheira anarquista Angeliki Spyropoulos, a todxs xs presxs políticxs não arrependidxs nas celas da República grega e aos companheiros italianos Alfredo Cospito, Nicola Gai e xs anarquistas perseguidxs na Italia dentro da operação “Scripta Manent” contra a FAI.

Em breve, lançaremos tudo nosso manifesto e proposta para o “Nemesis”.

Voltaremos…

Conspiração das Células de Fogo / FAI.

This entry was posted in CCF, FAI/FRI, grecia, Guerra Social, presxs, Solidariedade. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *