[Chile] Palavras do prisioneiro libertário Marcelo Villarroel, aos 30 anos do assassinato de Rafael e Eduardo Vergara Toledo

Mandado no email:

29marzo

29 de Março, Dia do Jovem Combatente! Ontem, Hoje e Sempre!

Desde o Presídio de Segurança Máxima na Villa Francia, desde o amorfraterno para Luisa, Manuel, Ana, Sol e Alen.   Desde a cumplicidade eterna com todxs Rebeldes e Insurretxs que lutam pelaliberação total.   Aperto minha mão firme e sincera, para saudar a vontade e decisãoinquebrantável de lutar contra a ordem existente, contra a domesticação ederrota, contra a desmemória que alenta o capital para perpetuar aoindivíduo – massa mão de obra barata. Zumbis que sustentam a miséria dopoder e seu modo de vida podre.   Saúdo a insistência subversiva de querer e quer em outra vida, de nãocalar, de não aceitar a ordem dada.   Saúdo aqueles que se dispõem a romper as correntes de exploração em cadaato cotidiano, em cada gesto cúmplice, em cada resistência, a imposiçãonormativa de toda autoridade.   Desde uma memória combativa, recorro aos ensinos e ao legado de todxs xsque partiram, iluminando o céu e o caminho na continuidade da luta radical,atiçando o fogo que nos mantêm vivxs, e que vai parindo novas gerações deCombatentes Libertárixs.   Porque a consciência nos chama e os motivos e razões também.   Alço minha voz, para gritar bem forte!   O nome de Norma Vergara Cáceres!!!   E que se escute onde reina o silêncio, entre o ruído ensurdecedor dasubmissão.   Eduardo e Rafael Vergara Toledo Presentes!!!   Claudia López, Jhony Cariqueo, Mauricio Morales Presentes!!!

Com Memoria e Subversão.   Enquanto Existir Miséria – Haverá Rebelião!!!

Marcelo Villarroel Sepúlveda

This entry was posted in Chile, Guerra Social, presxs, Solidariedade. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *