[Itália] Julgamento de ativistas No TAV é fixado para 23 de abril

  Recebido no email:

O julgamento dos ativistas No TAV (Não ao Trem de Alta Velocidade) GrazianoMazzarelli, Francesco Sala e Lucio Alberti acontecerá em 23 de abril de 2015, de portas fechadas, em Torino. Eles vão ser julgados sob a acusaçãode dano e incêndio, violência contra a polícia, posse e transporte de armas de guerra.   Graziano, Francesco e Lucio foram presos em 11 de julho de 2014, acusadosde terem participado na noite de 13 a 14 de maio de 2013 de uma sabotagem no Vale de Susa, no noroeste da Itália, contra a construção de uma linha detrem de alta velocidade (No TAV). Eles seguem presos no cárcere de Ferrara,na seção de Alta Segurança 2¹.   Nesta seção os detidos estão completamente separados dos outros presos,sendo vigiados por pessoal qualificado. Tem uma ou no máximo duas pessoaspor cela (neste momento Graziano e Francesco compartilham cela).   As limitações em geral são:

• 4 visitas de uma hora por mês (na Itália não existe o “cara a cara”);

• Redução a duas chamadas de dez minutos por mês;

• Anulação do direito ao uso do ginásio, oficinas do cárcere;

• 4 horas de pátio por dia.

 

[1] A Alta Segurança 2, encarcera pessoas com acusações de terrorismo,subversão da ordem democrática, ou ser parte de um contexto perigoso,segundo avaliações da polícia política. Os detidos da seção onde seencontram Graziano, Francesco e Lucio estão subdivididos segundo grupo depertencimento. Atualmente sabemos que as seções de AS 2 do cárcere deAlessandria e Ferrara são destinadas a presos anarquistas, as seções de AS2de Sino (Catanzaro) e Carinola (Caserta) aos presos comunistas, enquantoque a seção AS 2 de Macomer (Nuoro) e Rossano Calabro (Cosenza) a presosislamistas.   É importante saber que, desde que anularam as acusações de terrorismo,Graziano, Francesco e Lucio têm 6 horas de visitas por mês e 4 chamadas dedez minutos por mês.   Tendo em conta as condições em que estão passando seus dias desde que forampresos, se encontram em bom estado de ânimo e saúde.

Qualquer carta, postal ou desenho será gratificante, por isso incentivamosque lhes escrevam:

Graziano Mazzarelli   Francesco Sala   Lucio Alberti   c/o casa circondariale Via Arginone 327,   44122 Ferrara (FE) – Itália

This entry was posted in Italia, presxs, Solidariedade. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *