[Chile] Tamara Sol à rua!

Recebido no email:

tamara_sol-rebelde

No 4º Tribunal Oral no Penal, e em data ainda por definir, se iniciará ojulgamento contra a companheira Tamara Sol Farías Vergara, prisioneira fazquase um ano no cárcere/centro de extermínio de San Miguel, sob asacusações de homicídio qualificado frustrado e furto simples consumado.

Assim foi fixado após a audiência de preparação do julgamento oral que serealizou nesta segunda-feira, 24 de novembro, em Santiago, oportunidade emque a parte acusadora e a defesa de nossa companheira apresentaram asprovas testemunhais, periciais, documentais e evidências materiais quefarão parte do julgamento.

O fato concreto é que, a solicitação da defesa de Tamara Sol – a cargo dosadvogados Margarita López e Nelson Miranda -, o tribunal excluiu a quaseuma dezena de testemunhas (de um total de 28) apresentados pelo MinistérioPúblico, em sua maioria esbirros do 0S-9 e funcionários da sucursalbancária, vários dos quais nunca foram testemunhas diretas dos fatos que seimputam à companheira.   Assim também, o tribunal acolheu a petição da defesa de excluir outroselementos de prova documentais, periciais e materiais apresentados pelaPromotoria e pelo representante do BancoEstado, parte requerente particularno caso. Ainda que o anterior gerou otimismo na defesa, assim deve primar acautela.

Apoio incondicional

A audiência de preparação do julgamento realizada nesta segunda-feira,esteve marcada por uma numerosa presença de companheiras e companheiros quedesde o primeiro momento expressaram sua solidariedade e apoio a Tamara Sole a sua família. Desta vez não foi diferente. Muitas e muitos dos que hoje concorreram até o maldito Centro de Justiça, deixaram de lado suas atividades para estar presentes, apoiando a companheira nesta decisivainstância.   Prova dessa incondicionalidade foi o que se manteve do lado de fora da salaonde se realizou a audiência, apesar da caprichosa restrição de ingresso ordenada pelo juiz, que só autorizou o acesso a cinco pessoas.   Apesar disso, nossa querida Tamara Sol sentiu a companhia desde o exterior.

Em seu lindo rosto e seu sorriso pudemos sentir sua energia e a força com aque vem assumindo estes meses de prisão, com a dignidade que lhe caracteriza.   Agora vem a etapa decisiva. Nos próximos dias deverá ficar definida a datade início da audiência oral, assim como o trio de juízes que integrarão otribunal.

O chamado então é para continuar com a solidariedade ativa, atéconseguir a liberdade de Tamara Sol e de todxs nossxs companheirxs refénsdo Estado e seus cárceres.

Tamara Sol à rua!

Liberdade a todxs, xs presxs libertários, subversivos e anticapitalistas!

   Villa Francia, Santiago, 25 de novembro de 2014.

This entry was posted in Chile, Guerra Social, Memoria Combativa, presxs, Solidariedade. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *