[Chile] Santiago: Reivindicação de atentado incendiário contra ônibus da Transantiago

Retirado de A_N_A

No dia 19 de Outubro teve lugar a sessão de análise do recurso referente à pena de 12 anos a que condenavam os anarquistas Francisco Solar e Mónica Caballero pela explosão na Basílica del Pilar, em Outubro de 2013.  O argumento da defesa baseava-se em vários pontos, destacando-se os seguintes:  · Falta de imparcialidade do tribunal que os julgou. · Falta de provas categóricas. · Abater a figura penal de “danos terroristas”, ao não resultar afectados bens artísticos, nem culturais ou históricos. · Mudar a acusação de “lesões terroristas”, já que em todo caso deveria considerar-se como uma “falta”. · Desproporcionalidade das condenações que foram atribuídas em primeira instância.  Hoje, a 16 de Dezembro de 2016, foi tornada pública a resolução do Tribunal Supremo, na qual se reduz a sentença dxs nossxs companheirxs a 4 anos e meio de prisão para cada, além de 143.317 euros na qualidade de indemnização pelos danos causados. Tendo em conta que já cumpriram três anos de prisão, restar-lhes-iam cumprir um ano e meio nas jaulas do estado. Mas há a possibilidade de serem expulsos para território chileno, visto serem estrangeiros, ficando em liberdade antes de cumprirem a pena, visto esta ser inferior a 6 anos.  A nossa alegria é imensa mas não completa pois já passaram três longos anos nas garras do inimigo sem os podermos abraçar. Até ao momento de os vermos de novo em liberdade e depois disso também continuaremos  a lutar contra o confinamento, o Estado e a dominação, já que o amor a nossxs companheirxs é tão grande como o ódio a quem xs encerra.  Morte ao Estado e Viva a Anarquia! Queremos-los livres! A todxs!

This entry was posted in Chile, Guerra Social, Memoria Combativa, presxs, Solidariedade. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *