Oaxaca, México: Ataques explosivos contra Banco Santander e Prodecon em memória do companheiro Sebastián Oversluij

Retirado de ContraInfo:

No dia 11 de Dezembro de 2013, foi abatido a tiros por um guarda de segurança o companheiro anárquico Sebastián Oversluij, no momento em que tentavam assaltar uma sucursal bancária no Chile.

Hoje, 11 de Dezembro de 2016, decidimos atacar com dispositivos explosivos uma sucursal bancária Santander e a procuradoria de defesa do contribuinte (pertencente à secretaria da fazenda) em Oaxaca.

Recordando este acontecimento de há 3 anos, não fazendo dele um mártir nem vitimizando a sua morte mas sim pela reivindicação destes e de todos os actos ilegalistas e clandestinos que já surgiram, surgem e surgirão nesta guerra.

Sublinhamos que a (B.A.I.B.F.) não tem nada a ver com esta onda de pseudo-anarquistas de esquerda que estão à mercê e defendem interesses de organizações sociais e sindicais, já que optamos pela afinidade individual antagónica e informal e pela destruição total desta sociedade-prisão e de todas as suas estruturas.

Assumimos a nossa cumplicidade com todxs xs companheirxs em fuga e com xs que conspiram e atacam a partir da clandestinidade, por isso mesmo é que esta ação é também um abraço fraterno a todxs xs presxs que se encontrem nas instituições prisionais de todos os fodidos estados.

Brigada de ação informal Bruno Filippi

This entry was posted in Guerra Social, Memoria Combativa, Mexico. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *