[MÉXICO] CARTA DE LUIS FERNANDO SOTELO: “ME COLOCO EM GREVE DE FOME INDEFINIDAMENTE”

Recebido no email:

libertadsotelo

PRIMEIRO. Saúdo axs companheirxs do Congresso Nacional Indígena (CNI) e axs companheirxs do Exército Zapatista de Liberação Nacional (EZLN).
Agradeço enormemente as suas manifestações encaminhadas a esse abraço gigante chamado solidariedade. Para vocês, meu respeito. Obrigado por sua palavra.

SEGUNDO. Convido a reorganizar as forças, através de seguir visibilizando as Rebeldias e as Resistências ao sistema de dominação e ao atual estados de coisas.

SEGUNDO (PONTO 2). Declaro publicamente que desde o dia 28 de Setembro do ano em curso, me coloco em greve de fome indefinidamente. Os motivos do anterior são/é principalmente reapropriar-me de minha existência reivindicando:

* Um salve às greves e protestos por parte de prisioneiros nos EUA.

* Um abraço às revoltas em resposta à brutalidade policial contra as comunidades afro-americanas.

* A luta, e também às greves levadas a cabo desde o Reclusório Norte por parte de Abraham Cortés Ávila e Fernando Barcenas. Da mesma forma a luta e greve de fome de Jessie Montaño. Além da luta e jejum de Miguel Peralta Betanzos desde o estado de Oaxaca.

TERCEIRO. Reafirmo adesão com os princípios éticos propostos na Sexta Declaração da Selva Lacandona.

Por isso comparto: frente à sistematização do terror e, ainda mais, a criminalização de minha pessoa, não tenho medo. Sustento o
companheirismo com a Sexta. Saúdo também no mesmo sentido o trabalho da Rede Contra a Repressão e pela Solidariedade.

Nunca mais um México sem nós!

Por todas as liberdades – desde abaixo e à esquerda!

Que a Raiva seja uma só, que sopre o vento, que inicie a tormenta!

Abraços, com carinho…

_FERNANDO SOTELO ZAMBRANO._

This entry was posted in Guerra Social, Mexico, presxs. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *