[ITÁLIA] TURIM: 7 ANARQUISTAS SÃO DETIDOS ACUSADOS DE PERTENCER A FAI

Recebido no email:

Na manhã desta terça-feira, 6 DE SETEMBRO, durante uma grande operação policial, foram detidos 7 anarquistas acusados de pertencer a Federação Anarquista Informal (FAI). A operação, denominada “Scripta Manent”, foi realizada pela DIGOS (Divisão de Investigação Geral e Operações Especiais) de Turim, encabeçada pelo Procurador Roberto Sparagna.
A acusação contra os anarquistas é de associação com fins terroristas. A investigação lhes atribui a colocação de três bombas. Uma na região de Turim, conhecida como Crocetta, no dia 5 de março de 2007. As outras duas ocorreram na região de Fossano, atingindo agentes da polícia no dia 2 de junho de 2006.

Ademais das detenções destas individualidades e onde outros 8
anarquistas foram postos sob investigação, houve ações de busca e apreensão em 29 moradias espalhadas pelas cidades italianas de Piemonte, Liguria, Lazio, Emilia Romagna, Lombardia, Sardegna, Abruzzo, Campania e Umbria.

Os anarquistas detidos seriam: Anna Beniamino (46 anos), Marco Bisesti (33 anos), Danilo Emiliano Cremonese (40 anos), Alessandro Mercogliano (43 anos) e Valentina Spaziale (39 anos). As outras duas pessoas se desconhece sua identidade, mas seriam duas mulheres e as estariam vinculando a FAI – “Núcleo Olga”, grupo que se adjudica o ataque a Roberto Adinolfi, em maio de 2012 em Gênova, onde os anarquistas Nicola Gai e Alfredo Cospito foram condenados a 9 anos, 4 meses e 10 anos, 8
meses de prisão respectivamente.

This entry was posted in FAI/FRI, Guerra Social, Italia, presxs, Solidariedade. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *