[EUA] 1º de maio: Atacar a supremacia branca

Recebido no email:

2ff2

ATACAR A SUPREMACIA BRANCA

ATACAR A POLÍCIA

Era o que declarava o texto em negrito dos cartazes afixados pelo caminho
do percurso do desfile de 1º de maio do domingo. É também retratado um
antifascista mascarado em posição de combate contra um policial em Stone
Mountain, na Geórgia. Os policiais e fascistas atacados na Geórgia trazem
alegria para os nossos corações e rejuvenescem nosso desejo de revolta.
Contra o espetáculo da parada anual, afirmamos as rebeliões ferozes que
nos trouxeram aqui.

O território conhecido como Estados Unidos continua a entrar em erupção
contra as forças gêmeas do Estado e da supremacia branca em todas as suas
formas. Seja os comícios de Donald Trump que terminam com carros de
polícias quebrados e narizes quebrados, os encontros da KKK que nunca
escapam das botas antifascistas ou os incêndios em Baltimore e Ferguson.
Isso não está divorciado de uma longa história de rebelião nos Estados
Unidos, antes mesmo que houvesse tais coisas. Não descansaremos nunca,
até que a máquina colonial seja dilacerada para sempre.

Não nos satisfazemos em acreditar que esses cartazes vão despertar a
consciência das massas em preparação para A Revolução. Essas ações
devem ser feitas insignificantes através da repetição.

CHICAGO 1886

LOS ANGELES 1992

BALTIMORE 2015

This entry was posted in Estados Unidos, Guerra Social. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *