[FORTALEZA-CE] NOTA DE APOIO A OCUPAÇÃO JOÃO MATTOS

Recebido no email:

131247

Nós, indivíduos e movimentos autônomos de Fortaleza, do Brasil e do
mundo inteiro, viemos demonstrar o nosso apoio e solidariedade aos
estudantes que ocupam agora a escola João Mattos¹ e que estão sofrendo
perseguições, pressão e assédio moral por parte de militantes e
professores pertencentes a partidos e movimentos partidários. A decisão
dos ocupantes em não aceitar movimentos hierárquicos e partidários, a
fim de manter a horizontalidade e autonomia dos estudantes, foi o que
acarretou em episódios de perseguição e difamação por parte de algumas
dessas instituições. É evidente que tais instituições, que se
apresentam com modelos de organização falidos, não desejam contribuir
diretamente com a luta, mas apenas promover suas próprias pautas e
defender seus locais de poder no jogo político institucional. Se
aproveitam de uma luta autêntica como parasitas. O estopim para tais
episódios foi a rejeição dos estudantes ocupados a proposta de
realização de um Sarau com o tema “Não vai ter Golpe”, uma pauta
claramente alheia a luta dos mesmos. Assim como os estudantes, entendemos
que o maior golpe é dado todos os dias contra uma educação realmente
libertadora, contra os marginalizados e contra aqueles que não obedecem a
atual farsa democrática exposta na briga de partidos pelo poder.

Dentre as ameaças sofridas pelos estudantes é a de que estes ficariam em
“isolamento político” ao tentarem se organizar de forma independente. Isso
expressa claramente o receio das instituições político partidárias de
perder o poder de manipular, controlar e direcionar a luta dxs estudantes
para seus próprios interesses de poder. Entendemos que de fato se dá o
contrário: ao serem cooptadxs por essas instituições, xs estudantes
serão facilmente acusadxs de massa de manobra de um jogo político
institucional. Isso sim os isolará dos apoiadores mais importantes: as
comunidades das proximidades das escolas ocupadas, que tem um real vínculo
com ela através de alunxs e ex-alunxs, além da população em geral que
como deixou bastante claro nos levantes de junho de 2013, nos gritos de
“sem partido”, que entendem que estes agem em interesse próprio e não da
população.

Reafirmamos que continuaremos a apoiar e lutar ao lado e juntxs com os
estudantes, como indivíduos ou como movimentos autônomos organizados, se
assim elxs quiserem, da forma que preferirem e acharem melhor para a luta.
Seja realizando oficinas, doando alimentos, promovendo debates, etc. Que
respeitamos inteiramente a autonomia do movimento e a forma de
organização horizontal que decidiram adotar. Estamos juntxs com os
debaixo, não acima!

Pedimos a todas as pessoas e movimentos que se solidarizam com os
estudantes ocupados e com a situação exposta, compartilhem esta nota de
apoio. Que curtam e compartilhem também a página da escola para mostrar
que estamos com eles!

Só a luta muda a vida!

This entry was posted in Fortaleza, Guerra Social, OKUPAS. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *