[PORTUGAL] SOLIDARIEDADE COM XS ESTUDANTES DE SÃO PAULO

Nota de Cumplicidade:

Uma piscada de olho cumplice a todxs xs que se enfrentam nas ruas com a autoridade, pela reapropriação das suas vidas… sabemos que todo o que se aprende nas escolas ocupadas e nas ruas tomadas são sementes para a expansão da revolta. deixamos aqui um som que algumxs anarquistas ocupantes de escolas fizeram: “Anarquia Plena”

Recebido no email:

128lisboa

Desde o dia 29 de Setembro que xs estudantes do Estado de São Paulo estão em luta contra a reorganização do Ensino, medida anunciada pelo governador estadual Geraldo Alckmin (PSDB), que iria provocar o fechamento de 94 escolas, a transferência de 340 mil alunos, de profissionais, turmas mais lotadas, a segregação dos estudantes para as periferias, e tudo isto
somado, a degradação da qualidade da educação pública.
Organizados e combativos, xs estudantes ocuparam as suas escolas, já se contam mais de 200 escolas ocupadas, muitas em solidariedade, protegendo e cuidando das mesmas, de forma horizontal e apartidária, impedindo o fechamento das mesmas e resistindo à pressão da Polícia Militar (PM), da manipulação midiática, e das diretorias compradas por Alckmin.
Nas ruas, em protestos violentamente reprimidos pela PM, grandes avenidas foram bloqueadas pelxs estudantes por dias consecutivos sob o mote “Se a escola fechar, a cidade vai parar”, tendo já sido presas mais de 30 pessoas apenas na primeira semana de Dezembro. Professores e funcionários das escolas foram ameaçados pelo governo estadual de terem os seus
salários e bônus cortados por não estarem a exercer funções.
Pelo Comando de Escolas Ocupadas, órgão que reúne delegados eleitos de todas as ocupações, exigem: o cancelamento total e oficializado do decreto da reorganização, a oficialização de um cronograma de audiências públicas para debater de forma clara a necessária reforma do ensino com toda a sociedade, a punição dos PMs que reprimiram e ameaçaram xs manifestantes, nenhuma punição ou criminalização aplicada aos pais, alunos, funcionários, professores, e apoiantes que participaram da luta. As escolas só serão desocupadas, se tal for cumprido.
DIA 16 DE DEZEMBRO, QUARTA-FEIRA, NA PRAÇA LUÍS DE CAMÕES, ÀS 18H30, estaremos em frente ao CONSULADO GERAL DO BRASIL em concentração de
solidariedade com a luta dos estudantes de SP, contra a reorganização do Ensino, por uma escola pública que seja efetivamente dxs estudantes, e não dos corpos burocráticos que xs desrespeitam!
COLETIVO ESTUDANTIL LIBERTÁRIO – LISBOA

This entry was posted in Guerra Social, Ocupação Urbana, São Paulo. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *